RSS

Arquivo diário: 27 27+00:00 julho 27+00:00 2012

Publicações – Acidentes com Tratores Agrícolas

A falta de atenção, conscientização e a falta de treinamento tem contribuído para ocorrência dos acidentes com máquinas agrícolas, e tem sido reconhecido pelo próprio acidentado como os grandes responsáveis pelos acidentes, sendo também citada na literatura como um fator muito importante, e assim, julgamos que este é um elemento que realmente deve ser levado em consideração quando se busca prevenir este tipo de acidente. No entanto, em nosso trabalho, se compararmos o item mecanismo da lesão com os referentes à existência ou não de proteção (trator – local de trabalho), e instruções sobre as atividades de operação do trator, podemos afirmar que cursos sobre orientações técnicas e prevenção de acidentes certamente devem ser intensificados e, dispositivos efetivos de segurança na própria máquina devem ser rigorosamente estabelecidos para diminuir a incidência desses graves acidentes.

O que nos chama a atenção nos acidente com tratores, é a gravidade e a quantidade de múltiplas lesões que os acidentados apresentam após a ocorrência do acidente, além disso, muitos vão a óbito sem mesmo terem a possibilidade de serem socorridos a tempo.

Apresentamos alguns casos de acidentados que foram atendidos no hospital da Faculdade de Medicina da Unesp de Botucatu  para exemplificarmos alguns tipos de lesões e suas gravidades. As setas indicam as lesões

A radiografia mostra as fraturas exposta do úmero e a luxação do cotovelo no braço direito e no braço esquerdo fratura do rádio e cúbito, este o operador do trator enroscou a camisa no eixo cardã em movimento e foi tracionado para o eixo.

Neste acidente o ajudante estava sentado na plaina dianteira do trator contando o número de covas e o operador dirigindo o trator ao desviar de um toco o mesmo ergue a plaina e prensa o ajudante na dianteira o trator (encunhamento), causando o esmagamento da 3a vértebra lombar, foi submetido a cirurgia e fixação com parfuso pedicular.

Neste acidente abaixo o operador caiu de cima do trator em função de uma pedra que o mesmo passou por cima e o trator deu um solavanco, caindo na frente do rodado e o mesmo passando por cima do operador teve fratura do púbis e disjunção sacro ilíaca e fratura do ilíaco, segundo os especialistas este tipo de lesão tem um percentual alto de óbitos.

Neste acidente o operador ao trocar o pneu do trator não colocou calços adequados e o macaco não resistiu ao peso da máquina vindo a cair sobre o braço, causando fratura exposta do antebraço e perda do dedo, a foto mostra a pós fixação do antebraço com fixador externo.

São apenas alguns exemplos de muitos que ocorrem no campo e a grande maioria desses acidentes poderiam ter sido evitados se os três cuidados iniciais fossem tomados pelos operadores, Atenção, Conscientização e Treinamento.

Fonte: http://www.diadecampo.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 27+00:00 julho 27+00:00 2012 em Publicações

 

Vídeos – Jovem morre vítima de acidente com trator

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 27+00:00 julho 27+00:00 2012 em Vídeos

 

Notícias – Homem morre após acidente com trator, em Dilermando de Aguiar

Trabalhador rural chegou sem vida ao Hospital Universitário de Santa Maria

Um homem de 27 anos morreu, na noite desta terça-feira, em decorrência de um acidente com um trator acontecido à tarde, em Dilermando de Aguiar, região central do Estado.

Conforme informações preliminares da Brigada Militar (BM), o trabalhador rural ficou preso sobre um trator, na localidade de Campo da Pedra, interior do município. Homens do Corpo de Bombeiros de Santa Maria foram ao local resgatar o ferido, que foi trazido para o Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), onde chegou sem vida.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 27+00:00 julho 27+00:00 2012 em Acidentes com trator

 

Publicações – Caracterização dos Acidentes com Tratores Agrícolas

A busca constante em atenuar o árduo trabalho na terra e à crescente demanda de produtos agrícolas exige uma intensa modernização deste setor e, consequentemente uma crescente necessidade de utilização de máquinas, visando facilitar o trabalho e obter maior produção. Nesse contexto, o trator é uma máquina indispensável para o setor, pois como define Schlosser, o trator é uma unidade móvel de potência em que se acoplam implementos e máquinas com diversas funções, tendo suas características voltadas para o uso nas operações agrícolas.

Se por um lado o aumento constante de unidades dessa máquina fundamental para o setor agrícola pode facilitar o trabalho e melhorar a produção, por outro, certamente irá causar um aumento no número de acidentes relacionados à função, principalmente se não forem intensificadas campanhas de orientação sobre regras básicas de operação, medidas de segurança e prevenção de acidentes. Existem referências na literatura afirmando que a utilização intensa de máquinas agrícolas ampliou consideravelmente os riscos a que estão sujeitos os trabalhadores rurais, e mais de 60% das mortes ocorridas em acidentes de trabalho no setor agrário são consequências da mecanização agrícola. Silva & Furlani, referem que o trator é um dos elementos envolvidos na maior parte dos acidentes graves ocorridos no setor.

Em todo o mundo, vários estudos reportam a incidência de acidentes na agricultura, salientando dados como: envolvimento ou não das máquinas, tipo de trauma, idade dos acometidos e principalmente o modo de ocorrência, objetivando basicamente analisar e estabelecer medidas de prevenção das lesões. Nos Estados Unidos da América, por exemplo, o trabalho agrícola é uma das ocupações de maior risco, sendo que as máquinas estão envolvidas em grande parte dos acidentes. Dados recentes do Departamento de Agricultura (2008) americano, afirma que acidentes com tratores, têm sido identificados como a principal causa de morte ou lesão incapacitante em trabalhadores rurais.

Na Figura 1 observamos que dentre os acidentes com máquinas agrícolas na região do centro-oeste paulista, que estão incluídas: picadeira de cana, misturador de ração, moto-serra, roçadora e trator, os mais frequentes foram com tratores (16 casos), representando 65% de todos esses acidentes no ano de 2009.

Observamos que na maioria dos casos (63%) dos acidentados moravam na cidade e trabalhavam na zona rural. Notamos que em relação à moradia e local de trabalho, os acidentados envolvidos em operações com tratores também seguem um padrão semelhante aos das outras atividades na agricultura, isto é, predominância de indivíduos que residem na cidade e trabalham na zona rural.
Os principais mecanismos onde ocorreu a lesão estão representados na Figura 3,
notamos que o mais frequente foi relacionado ao cardã do trator (37,5%). Nesses casos, o acidentado foi tracionado para a tomada de força através da vestimenta que se enroscou no cardã, ou o indivíduo escorregou e caiu sobre o mesmo. A segunda causa mais freqüente dos acidentes foi capotamento, isto é, o trator tombou sobre o paciente (25%), percentuais estes muito parecidos em diversas regiões do país.

Observando a Tabela 1 podemos notar que as lesões ocasionadas pelos acidentes com tratores são muito graves, sendo que muitos acidentados apresentaram múltiplas lesões.

Entre as máquinas agrícolas, o trator é considerado o maior causador de acidentes, isso se deve ao fato de o mesmo ser a principal fonte de potência para tracionar os mais diversos tipos de equipamentos, mas as máquinas atuais são bastante seguras, sendo a falta de treinamento, falta de conscientização dos operadores os principais fatores que tem contribuído para a ocorrência do acidente. Continua no próximo artigo.

Fonte: www.diadecampo.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 27+00:00 julho 27+00:00 2012 em Publicações

 
 
%d blogueiros gostam disto: