RSS

Arquivo da tag: proteção

Publicações – Estruturas de proteção ao capotamento

Nos EUA, as mortes por capotamento de tratores agrícolas têm sido um problema identificado desde 1920, e hoje ainda continua liderando as causas de morte na agricultura daquele país

Dicas de prevenção

HUMANOS

Para os agricultores é recomendada a formação de um estabelecimento de ensino, o condutor deve conhecer as possíveis reações do trator e as situações de risco que podem estar presentes. Durante a operação do trator a atenção deve ser constante, evitando o excesso de autoconfiança.

FÍSICA

No trabalho:

– Aplicar o senso comum para cada risco, observe a inclinação máxima e sempre mantenha uma distância mínima de dois metros das bordas, valas, etc., cuidados na mudança de direção em relação a buracos ou irregularidades do terreno.

– Ao trafegar entre áreas com desnível sempre utilizar acessos adequados para mudar de áreas, a inversão nas encostas deve ser feita de forma harmoniosa e com o implemento levantado de tal forma que a frente do trator fique sempre na parte mais baixa do terreno.

– Não há necessidade de rebocar máquinas pesadas em declives acentuados, existe o risco de tombar para trás, se uma máquina é montada e esta suspensa acima do centro de gravidade do trator.

– Quando você inicia a descida em um terreno com o reboque carregado, defina a menor velocidade para evitar alterações e perda de controle do trator.

– Soltar o pedal da embreagem do trator sempre de forma suave e progressiva. Em modelos automáticos, deve acelerar suavemente após a ativação da mudança.

– Na ocorrência de tombamento e o trator estando equipado com estrutura de proteção ao capotamento (EPC) e cinto de segurança, segure firme no volante e NUNCA tente saltar.

Durante o deslocamento do trator utilize a trava de segurança dos freios mantendo-os sempre unidos.


Ao rebocar outras máquinas, certifique-se que o acoplamento do cabo de aço foi feito na barra de tração para garantir que o ponto de engate é o mais baixo
possível.

Segundo Loringer, nos EUA, as mortes por capotamento de tratores agrícolas têm sido um problema identificado desde 1920, e hoje ainda continua liderando as causas de morte na agricultura daquele país.

Springfeldt, afirma que sérias lesões causadas por capotamento do trator podem ser prevenidas pelo uso da estrutura de proteção ao capotamento (ROPS). Em alguns países, as autoridades já estabeleceram a obrigação do uso dessa medida de segurança há muitos anos e, em outros existe apenas recomendação. Na Suécia, a obrigatoriedade do uso dessa proteção em tratores novos foi estabelecida em 1959, na Dinamarca em 1967, Finlândia, 1969, Inglaterra e Nova Zelândia 1970 e Estados Unidos1972. O autor relata que na Suécia a frequência de acidentes fatais por capotamento para cada 100.000 tratores, foi reduzida de 17 para 0,3/ano, desde que foi introduzida a obrigatoriedade do uso da proteção ao capotamento.

Gassend em trabalho sobre acidentes fatais com tratoristas em Zagreb (Croácia) refere que a grande maioria dos acidentes (79%) foi por capotamento de trator.

Já Carlson et al. em estudo sobre dados referentes a lesões envolvendo operações agrícolas com tratores em 5 estados do Meio-Oeste dos Estados Unidos da América, referem que 1/3 de todas as lesões reportadas ocorrem no momento de subir ou descer do trator. Douphrate em estudo sobre lesões provocadas por tratores no Colorado (Estados Unidos da América), no período de 1992 – 2004, reporta que uma grande porcentagem dos acidentes (21%), ocorreram no momento de subir ou descer da máquina, e acrescenta que o tornozelo foi o local mais envolvido nas lesões. O autor sugere inclusive investigação no “design” relacionado à segurança quanto ao ato de subir e descer dos tratores. Em seu trabalho, somente 21% dos acidentes foram por capotamento do trator. Lee et al em trabalho semelhante também observaram que em mais de 40% das lesões relacionadas ao trator ocorreram no momento de subir ou descer da máquina.

Conscientização do operador, conhecimento da máquina e treinamento podem contribuir e muito para a redução dos acidentes com máquinas agrícolas.

Fonte: http://www.diadecampo.com.br

 

Tags: , , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: